Aqui você encontrará textos sobre psicanálise, literatura e meus escritos literários.

Precisa de revisão ortográfica? Venha para a Oficina do Texto: Clique aqui!

Leia aqui o texto que inspirou o nome do Blog!

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Carta 16 - Sobre o que querem as mulheres


Hei! Quanto tempo faz que não te escrevo?
Muitas coisas mudaram nesses três últimos meses. A única coisa que não muda é a saudade que sinto de você. Soube que esteve doente, internado, mas agora já está tudo bem. Eu também andei doente, mas já sarei. Nosso ar está cada dia mais irrespirável e é difícil não adoecer dos pulmões. Logo logo vai aprender o que é isso que a gente chama de pulmão, tenha calma.
Outra coisa que soube por sua mãe é que você está de chamego com uma menina na escolinha. Morri de rir. Mas não fique constrangido. Eu ri porque imagino que sua mãe esteja toda enciumada por você estar olhando para outras e não tanto pra ela. Mas ri também porque pensei que você está crescendo rápido e isso, ao mesmo tempo, me assusta. Resolvi escrever esta carta para te dizer algumas coisas sobre as mulheres.
Bem Henrique, você nunca vai encontrar um manual sobre como agradar as mulheres. Não há nenhum procedimento padrão que seja totalmente bem aceito por todas. O que há de mais universal é o chocolate. É raro encontrar uma que não goste, mesmo que coma reclamando que vai engordar. Devo te dizer, por experiência minha, que ser mulher não é nada fácil, apesar de ser muito gostoso. Sabe, a gente usa maquiagem, várias cores de batom, de sombra, usa brincos de todos os formatos e cores, troca de roupa toda hora e por mais que haja objetos para nos satisfazer, nunca são suficientes. Tudo isso porque uma mulher não nasce mulher, ela se torna. Tia, como assim? É o que deve estar me perguntando.
Calma, não é tão difícil assim de entender. É que não há nada que defina um ser enquanto mulher. Cada uma tem que achar seu jeito de sê-lo. Muitas vezes, nem mesmo nossas mães conseguem nos ensinar com ser mulher, porque isso é algo que não tem como ser ensinado. Se já é difícil para as mulheres, imagine para os homens? Eles ficam perdidos sem saber o que quer uma mulher. Dica da tia: ninguém sabe. Nem mesmo nós mulheres sabemos.
Há também a questão do lugar da mulher na sociedade. A história é longa, mas já houve épocas em que os meninos da sua idade jamais conviveriam com meninas na escola, simplesmente porque elas eram proibidas de irem à escola. Infelizmente, em alguns lugares do mundo ainda é assim. Você é um sortudo porque pode conviver com a graça das suas coleguinhas. Essa graça incomoda um pouco, principalmente em religiões muito radicais, que colocam as mulheres como tentadoras, incitadoras de pecado, víboras. Para você ter ideia, algumas religiões exigem que as mulheres usem burca para sair de casa. Burca é um pano todo preto que cobre a mulher da cabeça aos pés, só deixa o zóinho de fora.
Isso que você vê de bonito na sua colega, é algo que te captura. Não tem muita explicação do motivo pelo qual você escolheu a ela e não qualquer outra. Pode ser que sua coleguinha parta seu coração, pode ser que em poucos dias ela passe a gostar mais de outro menino. Se acontecer, tente não sofrer tanto, pois os amores não são eternos. Ou melhor, são eternos sim, enquanto duram. Mas voltando ao que agrada ou não às mulheres, acho que você vai aprender muito com cada uma. Umas gostam de homens românticos, outras não. Umas querem demonstrações públicas de amor, outras são mais discretas. Umas gostam que lhe roubem beijos, outras são as que roubam.
As mulheres sempre acham que estão alguns quilos acima do peso, então, uma boa coisa para dizer a uma mulher é: “Você emagreceu?”. Bem, claro que toda mulher gosta de ser elogiada, mesmo que você conviva com ela há anos, repare nos detalhes. Não tenha medo de chegar pra falar com uma mulher que você acha linda. Diga a ela que a acha linda e você verá que ela vai sorrir. Depois se garanta no papo, isso é algo que ninguém pode te ensinar, terá que aprender sozinho. Mulher gosta de se sentir essencial, fundamental, imprescindível e única. Quando você tiver uma namorada, faça com que ela se sinta assim, mas não precisa ficar muito babão. Terá que encontrar um meio termo.
Sabe, o seu avô, meu pai, vive às voltas com a pergunta sobre o que querem as mulheres. Sempre que eu falo com ele, há algum comentário: “Se o cara for muito besta, a mulher pisa, se você é romântico, elas não dão valor”. E por aí vai. Da última vez que falei com ele, me disse que quando terminar a faculdade de Direito, fará Psicologia. Eu perguntei por que ele quer fazer psicologia, se é por conhecimento ou para atuar na área. E sabe o que me respondeu? Ele disse que quer fazer psicologia para entender o que há na cabeça das mulheres. Henrique, eu chorei de rir e depois fiquei com pena do meu pai, por achar que é preciso fazer uma faculdade para entendê-las. Mal sabe ele que se fizer psicologia só vai descobrir que não há resposta para isso. Ou seja, seu avô é um sessentão que não entende nadica de nada sobre mulheres. Não seja assim, me prometa.
Prometa que não se preocupará tanto com o que querem as mulheres e que tentará descobrir uma a uma. Seja ousado, não tenha medo, mesmo que alguma ou outra te esnobe. Você não morrerá por isso. Ah, só um pouquinho...          
Isloany Machado, 13 de Agosto de 2014.

P.S.: Titia te ama, muito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário