Aqui você encontrará textos sobre psicanálise, literatura e meus escritos literários.

Precisa de revisão ortográfica? Venha para a Oficina do Texto: Clique aqui!

Leia aqui o texto que inspirou o nome do Blog!

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Cachorro procura dono perdido

Texto baseado em fatos reais
Tenho muitos amigos que gostam muito de cachorro. Nem tantos gostam de gato. Diariamente recebo fotos de cães que precisam de alguma coisa: um lar, a caridade alheia para sobreviver das doenças, etc. Quando achei que já tinha recebido tudo que é tipo de pedido de ajuda, hoje recebi com um estalo a foto de um cachorro procurando seu dono. Quase chorei. Eu fiquei imaginando como se teria perdido o seu dono. Foi esta a primeira pergunta que me veio à cabeça. Talvez estivessem passeando ambos. O cachorro bem senhor de si, sabendo a quem amava – seu cuidador – andando faceiro abanando o rabo orgulhoso de seu dono. Haveria de ter encontrado outros cachorros na rua, teria cheirado suas bundas e dito: “vejam, aquele ali é meu dono, estou passeando com ele”.
No meio da multidão e do barulho, da selva de pedras, das diferentes cores, imagens e odores, dos mais sedutores estímulos que pudessem atrair a atenção de um dono, este teria se perdido. Talvez tivesse corrido atrás de um rabo de saia, talvez tivesse se metido em alguma briga com um pit boy. O cachorro não sabia. Quando olhou para o lado, o dono simplesmente evaporara. E agora? O que fazer? Como reportar-se a um semelhante de seu dono, correndo risco de ser enxotado? Sim, há muitas pessoas que não gostam de cachorro. Como último recurso, afinou as narinas e tentou farejar aquele cheiro tão familiar, mas foi invadido por um odor de atrito de borracha.
Tentou não se desesperar. Andou por horas até fatigar-se. Encontrou refúgio num estacionamento que lhe pareceu abandonado. Um sujeito com olhos doces passou por ele e parou. Conseguiram conversar, atravessaram a barreira da espécie e o cachorro contou que o dono havia se perdido. Disse o quanto se sentia culpado, pois sabia que seu dono tinha que ter sido pego pela mão. O homem de olhos doces tentou acalmá-lo dizendo que o ajudaria a encontrar o dono. Já que o mais comum eram os donos perderem os cachorros, este seria um caso atípico. Fácil de localizar, já que os humanos, mesmo com todos os seus enganos e desenganos no campo da comunicação, às vezes podem ser muito solidários.
Mais calmo, o cão pousou para uma foto e disse: “Procura-se dono perdido, ofereço recompensas para quem encontrá-lo”.
Fiquei a refletir. Às vezes um cão pode salvar um humano quando ele está perdido.




Isloany Machado, 25 de janeiro de 2013.    

Um comentário:

  1. Olá, querida (quase) amiga do face (prá variar estou bloqueado por excesso de pedidos de amizades NOVAS), e espero que vc peça a confirmação.
    Nesse primeiro acesso ao seu blog, fiquei muito bem impressionada e "filiei-me" imediatamente.
    Achei ótimo esse seu comentário sobre "dono perdido", super original, e esse é um tipo de coisa que me apetece. Parabéns e... até.

    ResponderExcluir